7 dicas para planejar o seu Destination Wedding Internacional


O Destination Wedding nunca esteve tão em alta como nos tempos atuais e particularmente, acho isso o máximo. Realizar um casamento fora do seu destino de origem – na grande maioria das vezes – é a melhor pedida. Os destinos internacionais são super atrativos e dependendo, por vezes mais em conta do que aqui no Brasil. Explico: O fato das listas de convidados de um destination wedding serem menores e de muitos noivos embarcarem na possibilidade de bodas mais descontraídas e simples, traz leveza ao evento e ao orçamento. Com os cuidados certos, só vejo pontos positivos para a realização de um casamento em outra localidade, por isso, enumerei 7 tópicos para inspirar você, leitora.

Destination Wedding em Punta del Leste. Foto de Nattan Carvalho.

Destination Wedding em Punta del Leste. Foto de Nattan Carvalho.

Escolhendo um destino

Verifique os seguintes fatores.
1- Clima: Certifique-se de que não é temporada de furacões;
2 – Datas: Observe se o período não coincide com as férias de primavera/verão, pois os vôos terão valores astronômicos ($$$). Também certifique-se de que não é quando os moradores saem de férias – como agosto na Europa – ou, corre o risco de não ter bares, restaurante e locais turísticos a disposição dos seus convidados para os dias antes e depois do casamento;
3 – Idioma: a maioria das pessoas hoje fala muito bem o inglês (o que possibilita a comunicação seja em qual for o destino), mas considerando que algumas não, certifique-se de que mesmo assim, serão bem recepcionadas e bem atendidas durante toda a viagem.
4 – Conveniência de viagem: é fundamental que cheque a comodidade para chegar ao local. Se é necessário apenas um vôo direto, ou conectar vôos para um barco e depois a um ônibus. Se idosos estão na sua lista de convidados indispensáveis (como pais ou avós), facilite ao máximo pensando no conforto deles.
5 – E claro, não poderia deixar de dizer que é extremamente necessário que o casal visite o local de antemão. É importante que conheça pessoalmente os fornecedores indicados pelo(a) assess0r(a) pessoalmente e que faça as assinaturas de contrato com todos eles do mesmo modo. Nessa ocasião, tente já agendar uma degustação com o buffet contratado. A presença dos noivos também faz com que evitem comprar “gato por lebre”. Nada pior do que ver um lugar maravilhoso pela internet, chegar lá  e perceber que ‘não é bem assim’. Ou que o local escolhido para hospedar seus convidados não era organizado, confortável e limpo como o anunciado. Nada substitui a presença física dos noivos para acertar todos os detalhes. Vá pelo menos 2 vezes antes da data do casamento ao local.

Planos de Viagem

Seus convidados, que estarão viajando para o evento, podem querer aproveitar e tirar férias durante a viagem. Tente escolher um lugar que seja agradável para a maioria e como dito anteriormente, não muito difícil de chegar. Os hóspedes geralmente são responsáveis por suas próprias despesas de viagem e alojamento (embora alguns anfitriões optem por arcar com esses custos para seus convidados, o que é um gesto adorável e generoso). Tenha em mente que, se a viagem for dispendiosa, algumas pessoas podem não se juntar a você, então, faça com que o destino escolhido esteja dentro da possibilidade das pessoas que mais deseja que estejam com você nessa data.
É útil enviar aos seus convidados os cartões de reserva e os pacotes de informações com antecedência de seis meses. Algumas companhias aéreas e hotéis podem fornecer descontos em grupo se as reservas forem feitas com antecedência. À medida que o evento se aproxima, envie aos seus convidados um itinerário para que eles conheçam a data, a hora e a localização de cada evento agendado.

Destination Wedding em Paris. Foto de Charlotte Jenks Lewis.

Destination Wedding em Paris. Foto de Charlotte Jenks Lewis.

Desvantagens

Nas áreas tropicais, há um maior risco de furacões e outros desastres naturais.
Também alerto que é mais difícil prever os custos se você não está familiarizado com a localização e a cultura. Digamos que haja uma mudança no gerenciamento desde o momento em que você reservou o casamento, ou você negociou um acordo para os valores das diárias com o gerente de um hotel, mas houve alguma alteração na empresa (mudança de administração do hote, por exemplo) e o acordo não poderá mais ser cumprido. Uma boa regra geral é conseguir os detalhes por escrito, tanto quanto você puder – os famosos contratos. Nunca abra mão disso para se resguardar diante de qualquer imprevisto.

Organizando os Detalhes

Quando você estiver visitando o destino para começar a planejar seu evento, você terá muito o que fazer, então organize sua viagem com antecedência e planeje se encontrar com o maior número de pessoas possível. Inspecione as acomodações e os locais de ensaio, jantar e cerimônia. Descubra quais tipos de transporte serão necessários. E procure conhecer e planejar as atividades que o local tem para oferecer aos seus convidados, como passeios de barco e caminhadas e etc.

Destination Wedding no México. Foto de Del Sol Photography.

Destination Wedding no México. Foto de Del Sol Photography.

Regulamentação do Casamento

Caso opte por realizar um casamento formal no local do evento, lembre-se que regulamentos de casamento variam de país para país. Certifique-se de verificar os requisitos da localização onde você vai se casar com a maior antecedência possível. Caso não seja a sua opção (o que torna tudo mais simples), case-se no civil aqui no Brasil e no local da festa, realize uma benção, uma celebração de amor e vida. Celebrantes especializados podem fazer da sua cerimônia, um sonho.

Fornecedores Locais (com referência)

O correto é que o casal contrate fornecedores locais para a realização do evento. Resorts e hotéis muitas vezes têm seus próprios wedding planners. Mas você também pode contratar um consultor de casamento baseado na área (ou quem faz viagens frequentes lá), e essa contratação deve ser feita depois de muita pesquisa sobre as qualificações dos profissionais. Um excelente assessor/celimonialista, vai que pode recomendar fotógrafos locais, floristas e estabelecimentos de catering. Também é útil trabalhar com um agente de viagens, que pode organizar planos de viagem e acomodações para você e seus convidados, além de fornecer folhetos e outras informações sobre seu destino.

Destination Wedding na Toscana. Foto de Marco Zammarchi.

Destination Wedding na Toscana. Foto de Marco Zammarchi.

Melhor Dica

Considere o envio de certos itens para o seu destino, em vez de obtê-los localmente. Por exemplo, os gifts de boas vindas dos convidados, a parte de papelaria do casamento – como os menus -, e as lembrancinhas que serão distribuídas ao final da festa.

Destination Wedding na Grécia.

Destination Wedding na Grécia. Imagem divulgação.

 

Recepção de um Destination Wedding na Grécia. Imagem divulgação.

Recepção de um Destination Wedding na Grécia. Imagem divulgação.

Depois dessas dicas, basta iniciar suas pesquisas e se organizar para realizar o casamento dos sonhos, inesquecível para você, seu noivo e todos os convidados.

O vídeo no início do post é da Hello Super Studios e no melhor estilo parisiense, traz um Destination Wedding na Cidade Luz.

Beijos azuis,
Ana Carolina Acioli.

Nenhum comentário