Bordado Bastidor: Conheça a técnica francesa que já vestiu princesas e rainhas

O tempo passou, a moda mudou, mas algumas técnicas foram consagradas pela sua beleza ao longo dos séculos e, ainda hoje, são tendência em vestidos de festa. É o caso do bordado de bastidor, que preserva o trabalho manual e combina pedrarias, desenhos e tule ilusion.

A técnica foi muito usada pela monarquia francesa, agregando ainda mais luxo e requinte aos vestidos de rainhas e princesas. Atualmente, profissionais apostam neste estilo e dão a ele uma roupagem moderna e elegante, com um toque de sensualidade.

O processo sempre começa no plano da imaginação, após pesquisar tendências e levar em conta os anseios de quem irá usar o vestido.

“A gente imagina a peça, o vestido em si, com corte, caimento, etc. Em seguida, escolhemos o desenho”, revela a estilista Neide Freire, segundo o processo. Segundo ela, grades e arabescos estão em alta, ainda assim, flores, grafismos e geometria nunca saem de moda.

Após a escolha do desenho, a imagem é passada para o tule e tudo está pronto para bordar. Basta escolher as pedras, tons e combinações para encher os fios com as pedrarias e iniciar o trabalho.

Quando o bordado está finalizado, o tule é aplicado no molde e basta dar sequência à composição da peça para que o vestido esteja pronto e seja usado em grandes ocasiões.

O resultado é encantador, não é mesmo? E continua em alta nas coleções 2018 que estão começando a ser apresentadas.

2

11

Beijos azuis.