Normas de Segurança para Eventos

Todo evento precisa estar dentro de determinadas normas, para garantir a segurança de todos. Lendo o Manual de Boas Práticas da ABRAFESTA, cheguei a um capítulo sobre as exigências que os Espaços de Eventos devem cumprir e trouxe a transcrição do mesmo e o levantamento de algumas questões sobre segurança, que falaremos logo a seguir. Essas informações servem para que na hora da escolha do espaço do seu casamento, possa conferir e ter certeza de que o mesmo está totalmente dentro dos padrões.
Espaços para eventos
Possuir licença de operação ou autorização de funcionamento (alvará de funcionamento, laudo do Corpo de Bombeiros e Cadam).

1- Manter o espaço em conformidade com a Lei 11.986, de 16/1/96, Lei do Silêncio Urbano – PSIU, investindo no tratamento acústico.
2 – Explicitar o número e a distribuição de copas/cozinhas e sanitários para portadores de necessidades especiais.
3 – Informar prazo para solicitações extras, como pontos de luz.
4 – Informar existência de estacionamento terceirizado ou do espaço. Ficar atento à existência de seguros de trajeto e de pátio, número de manobristas e suas documentações, legislações específicas e seguro de objetos em veículos.
5 – Comunicar à CET sobre as datas de eventos, quando o espaço possuir estacionamento/serviço de manobrista próprio e exigir essa comunicação por parte de empresas contratadas, no caso de terceirizar o serviço.
6 – Receber a programação de entrada de fornecedores, preferencialmente com 10 dias de antecedência.
7 – Informar claramente o horário para montagem e desmontagem de eventos e as respectivas penas pelo não cumprimento.
8 – Especificar a existência de local para carga e descarga, se possui portas diferenciadas de acordo com o tamanho e os horários em que devem ocorrer.
9 – Explicar o destino e trajeto do lixo proveniente da montagem, desmontagem e do evento em si: se deverá ser levado pelos fornecedores ou não.
10 – Especificar a existência ou não e a quantidade de lixeiras de grande porte disponíveis no espaço.
11 – Sugerir uma visita técnica dos fornecedores com 30 dias de antecedência ao evento.
12 – Possuir câmeras de segurança.
13 – Informar no contrato que a responsabilidade pelo pagamento do ECAD, se necessário, será do cliente.
Oferecer segurança nos casamentos vai muito além de manter profissionais qualificados fiscalizando a entrada dos convidados e cuidando de algum eventual imprevisto com pessoas que não foram convidadas a participarem da festa.
As casas de festa precisam estar cumprindo algumas normas indispensáveis para que todos os eventos e consequentemente seus participantes/convidados possam estar realmente em segurança. Fomos em busca de informações precisas a respeito do assunto com um especialista em segurança e trazemos para vocês algumas informações importantes:
Atendimento Médico: Nunca pensamos nisso, quando organizamos um casamento ou quando somos convidados para um, não é mesmo? Mas pelas normas, a ambulância é obrigatória apenas em eventos com mais de 400 pessoas. Mas seria bastante importante que os espaços contassem com ambulatório no local para cuidar de pequenas eventualidades, como alguém passar mal durante a festa.
Alvará: É importante verificar se o espaço possui autorização de funcionamento, pois isso já garante que ele passou por uma vistoria técnica que verificou todas as condições para a perfeita operação de suas atividades, como instalação elétrica, estruturas (palcos, tendas etc), gerador e iluminação. Os alvarás das casas de eventos são renovados anualmente.
Laudo do corpo de bombeiros: Trata-se de um documento que garante que as edificações possuem as condições necessárias de segurança contra incêndio (portas de emergência desobstruídas, saídas devidamente sinalizadas, número adequado e localização de extintores e hidrantes etc). Todos que derem entrada no alvará de uso, necessariamente, precisam do laudo do Corpo de Bombeiros.
Shows pirotécnicos: As atrações são lindas, dão um plus aos eventos e não devem ser abolidas das festas, mas os noivos devem sempre ter cuidado e as precauções precisam existir tanto em locais fechados quanto em ambientes abertos. Em lugares abertos é preciso ter cuidado também e não acender fogos perto de plantas altas, como árvores. Esse cuidado os próprios profissionais de pirotecnia devem ter e inclusive, orientar, aconselhar e assessorar os clientes.
Dicas valiosas, importantes e que fazem muita diferença no casamento. Com segurança não podemos esmorecer e o sucesso do evento depende disso tanto quanto da boa comida, boa música e uma linda decoração.